Canoa

A canoa que não fui

ainda espera atada

à maré do vento.

 

A canoa que não fui

sei que é infância, adeus…

e ondula nas águas do pensamento.

 

A canoa que não fui

navega no rio do tempo

na direção do Porto – Deus.

 

 

Poesia publicada na 5ª Coletânea de Poesias e Textos.

Autor: Girvani Seitel, professor e escritor (CEDEDICA Santo Ângelo/RS).

Organizadores:

- Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente – CEDEDICA de Santo Ângelo/RS;

- Centro de Atendimento Socioeducativo – CASE de Santo Ângelo/RS;

- Secretaria Municipal de Educação – SMEd de Santo Ângelo/RS;

- Centro de Reabilitação SOS Vida de Santo Ângelo/RS.

Esta entrada foi publicada em Textos e Poesias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>